Lá fora, Roteiros

Roteiro de 2 dias em Paris: Dia 1

IMG_8789.jpg

Olá meus amores!

Como prometido, trago-vos hoje o primeiro dos quatro posts sobre Paris!

O meu roteiro de dois dias em Paris percorre os principais monumentos, jardins e museus, sendo que Paris é uma cidade cheia de sítios maravilhosos para visitar! Se poderem despender de mais tempo, fiquem por mais alguns dias! Mas se só tiverem 48h na cidade, não deixem de aproveitar!

Se vão ficar alguns dias em Paris mas também vão a Versalhes e à Disney, por exemplo, comprem o pack de 10 viagens para fazer as visitas dentro de Paris. Os passes combinados acabam por não compensar se vão ficar apenas 2/3 dias – até porque muitos dos trajetos são feitos a pé!

Começando bem cedo de manhã, o meu conselho é que se dirijam para a Tour Eiffel. Podem optar por comprar os bilhetes com antecedência (o que eu aconselho se forem numa altura com muita . Nós optamos por comprar na hora – eram cerca de 10h quando chegamos à Torre – e não tivemos qualquer problema, tínhamos poucas pessoas à nossa frente! Existem vários tipos de bilhete mas eu aconselho a comprar o bilhete até ao topo!

 

Captura de ecrã 2019-11-29, às 22.48.35

A vista é tudo aquilo que imaginam e mais ainda! A Torre Eiffel é mesmo imperdível e, tendo oportunidade, subam de escadas, para irem apreciando cada bocadinho. Já subi de elevador também mas acho que pelas escadas tem um encanto diferente – apesar de ser um esforço considerável a nível físico! *cof cof*

IMG_8584.jpg

Depois de uma vista deslumbrante de Paris, muitas fotos e talvez umas duas horas de visita, sigam para o Trocadéro, uma das vistas mais conhecidas Paris, onde certamente encontrarão muitos recém-casais (se me seguem no Instagram sabem do que falo), imensos artistas de rua e uma vista de cortar a respiração!

IMG_9036.jpg

Depois de algumas fotos e de um tempo para apreciar toda esta vista, partam para a Place de la Concorde e a Pont Alexandre III. São cerca de 30 minutos a pé mas, se prefererirem, podem usar o metro para fazer este trajecto, linhas 9 e 1.

Se estiverem com tempo, passeiem pelos Champs Elysèes, em direção ao Arc de Triomphe. É uma das minhas zonas preferidas de Paris, com toda a sua agitação tão característica!

IMG_9192.jpg

Já agora, algumas curiosidades sobre o Arc de Triomphe: Sabiam que, na base do arco, existe a “Tombe du soldat inconnu”, onde foi enterrado um soldado em 1921 e que esse túmulo representa todos os soldados que morreram pela França? Sabiam também que, nas paredes do arco, estão nomes de 558 soldados que combateram e morreram pela França, assim como de todas as batalhas ganhas pela mesma? Eu não sabia! Mas, sinceramente, a curiosidade que foi mais impactante para mim foi perceber a história por detrás da Chama da Esperança, chama, que está sempre acesa e que, durante a I Guerra Mundial, havia um grupo que tinha a responsabilidade de garantir que essa chama se acendia sempre, às 18h de cada dia! Há quem diga que o Arc de Triomphe é o monumento que melhor representa Paris e depois de saber tudo isto tenho mesmo de concordar! É certamente o monumento que melhor representa o patriotismo francês! 

Desta vez não visitei o arco, mas aconselho, tem uma vista linda de Paris, super diferente da Torre mas super linda na mesma! Ah, uma dica: para conseguirem chegar ao arco têm de passar por um género de passagem subterrânea! Por amor de Deus não atravessem feitos doidos por cima!

Daqui, partam para as Galeries Lafayette! São uma visita obrigatória, não só para quem gosta de compras. Visitem também o terraço superior, tem uma vista linda de Paris! Podem também almoçar por lá, poupando algum tempo!

Porque com pouco tempo não podemos perder tempo (passo o pleonasmo), seguidamente recomendo que visitem a zona da Notre Dame e, em seguida, a zona de Montmartre e, por consequência, o Sacré Coeur.

Como devem calcular, não é possível visitar Notre Dame, apenas ver de fora, por causa de todos os incêndios. Mas é sem dúvida uma zona que vale a pena visitar. Para lá chegarem, partindo das Galerias, só têm de andar uns 9 minutos a pé, apanhar a linha 9 do metro em direção a La Courneve e sair na estação Chaussée d’Antin La Fayette

IMG_8206.jpg

Para conseguirem visitar a zona do Sacré Coeur sirvam-se da linha 12 do metro, direção Front Populaire, estação Abbesses, preparando-se para subir bastantes degraus! É uma zona linda de Paris, cheia de vida!

IMG_9243.jpg

 

O que mais quero transmitir é que Paris é mesmo uma cidade que deve ser “vivida”. Apreciem cada bocadinho, experimentem a comida, a bebida, os costumes! Acho que essa é mesmo a melhor forma de viajar e conhecer algum sítio!

Recomendo que terminem o vosso dia por ir ao Pink Mamma (vão cedinho para não apanharem fila) e que depois aproveitem para ver o Moulin Rouge com as luzes ligadas. Considera-se uma zona não tão segura de Paris mas eu não senti qualquer problema quanto a isso! Até porque é bem perto de uma estação do metro por isso não precisam de andar sozinhos muito tempo à noite!

O preço médio ronda os 20-25€, sendo que podem gastar menos consoante a bebida/cockctail que escolherem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

E assim terminamos o nosso primeiro dia! Gostaram? Querem ver mais? Então terão de aguardar pela próxima sexta-feira!

Muito obrigada pelo vosso apoio e já sabem: sigam-me pelo Instagram onde eu partilho muito mais coisas sobre as minhas viagens!

Um grande beijinho,

assinatura2

Standard
Cá dentro, Roteiros

Roteiro de São Miguel #2: do Nordeste a Rabo de Peixe

Olá meus amores!

Como vos prometi (ainda que um pouco atrasado) trago-vos o aguardado post sobre os Açores, o segundo desta rubrica! Se ainda não leram o primeiro, podem lê-lo aqui!

Neste post vou partilhar convosco uma proposta de visita para o segundo dia, percorrendo a zona norte da ilha, do Nordeste a Rabo de Peixe! Vamos a isso?

O QUE VER?

Proponho que comecem na zona do Nordeste da ilha! É uma zona lindíssima, dizem que é a zona mais bonita da ilha e eu tenho de concordar!

O primeiro ponto que vos aconselho a visitar é o duma das vistas mais bonitas do Nordeste: o Miradouro da Ponta do Sossego! É uma vista de cortar a respiração, onde podem até mesmo almoçar – tem mesas e sítios para grelhar! Aproveitem para observar toda a natureza que é impossível ignorar. É maravilhoso!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Partindo deste pedacinho de paraíso, vão percorrendo a costa da ilha, passando também pelo Farol do Arnel, até à zona do Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões! Este parque com uma biodiversidade incrível tem ainda percursos pedestres, moinhos, uma cascatas e um parque de merendas ideal para dias de verão ! A entrada é gratuita e ainda existe uma loja com produtos regionais com bons preços!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuando a viagem, como não podia deixar de ser, é hora de visitar o Chá da Gorreana! Também ele de entrada gratuita e oferta de prova de chá no fim, é uma pérola de São Miguel e visita obrigatória! Uma zona linda, verdejante e cheia de vida! Gostei imenso de visitar e superou as minhas expectativas. se tiverem sorte até podem ver mesmo o fabrico do chá, em tempo real, à vossa frente!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se tiverem a sorte de visitar São Miguel num dia quente aconselho-vos a visitar a Praia dos Moinhos, em Porto Formoso. O acesso não é muito fácil e pior ainda: o estacioamento enche com facilidade (pelo menos na altura que a visitei). Tenham isto com consideração se a decidirem visitar!

Depois de visitarem esta praia acho que não há nada melhor do que passar pelo Salto do Cabrito! Qualquer foto que vos possa mostrar não demonstra – de todo – a beleza natural desta cascata! O acesso não é fácil, principalmente se deixarem o carro “longe”, como nós. De qualquer forma, apesar de ser possível levar o carro até super perto desta cascata, não o recomendo! O caminho é SUPER íngreme mesmo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois desta visita e para terminar o dia, a vila piscatória Rabo de Peixe é a próxima paragem! Situada na Ribeira Grande, é a zona com o sotaque mais fechado e acentuado – sendo bastante difícil perceber alguma coisa se tiverem o azar de encontrar quem, como eu, fale super rápido! É considerada uma das zonas mais pobres da Europa, com uma elevada taxa de desemprego. Nem sempre as condições são as melhores, mas a verdade é que nesta zona encontramos pessoas bem simpáticas, que até nos aconselharam certos sítios a visitar!

ONDE COMER?

Para terminar o dia, proponho um jantar bem agradável num dos muitos restaurantes ótimos da ilha! Algo que costumamos fazer, nas viagens em família, é jantar perto do local onde estamos alojados! Se por exemplo, estiverem em Ponta Delgada, podem tentar jantar n’A Tasca ou na Tasquinha Vieira! Se, pelo contrário, quiserem jantar na zona em que estão a visitar, deixo-vos uma nota sobre um dos restaurantes mais conhecidos de São Miguel:

  • Restaurante da Associação Agrícola de São Miguel
    • Um restaurante super conhecido no qual não tive a melhor experiência possível! Aconselho-vos a reservar com alguns dias de antecedência e a deixar bem claro em que zona se querem sentar – esplanada ou interior do restaurante, isto se a esplanada estiver aberta. Vejam nos destaques do meu Instagram o que se passou connosco quando lá fomos, para perceberem o porquê destes conselhos! De qualquer forma, não posso negar que a comida era boa mas lá está – não adorei!
WhatsApp Image 2019-09-19 at 15.15.03.jpeg

Restaurante da Associação Agrícola de São Miguel

Espero imenso que tenham gostado! Não se esqueçam de me seguir pelo Instagram, onde vou mostrando tudo sobre todas as minhas viagens!

Um grande beijinho,

assinatura2

Standard
Uncategorized

Roteiro de São Miguel #1: Ponta Delgada e zona Oeste da Ilha

Olá meus amores!

Como prometido hoje trago-vos um post com uma parte do roteiro de São Miguel.

Vou trazer-vos quatro artigos, um por cada zona da ilha, onde vos vou explicar e mostrar tudo o que visitei e quanto tempo é necessário para cada zona!

Continuar a ler

Standard
Escape Games

Breakout Braga: o que achei desta sala!

Olá meus amores!

Como prometido hoje venho falar-vos do novo escape Room da Breakout entertainment em BRAGA!

Continuar a ler

Standard
Uncategorized

Produtos essenciais para o verão

Olá malta!

Hoje trago-vos um tipo de artigo que eu ADORO ler: reviews de produtos e uma seleção de produtos essenciais!

Continuar a ler

Standard
Lá fora

O que fazer em Amesterdão?

Olá meus amores,

Como prometido, hoje trago-vos o meu roteiro de Amesterdão!

Continuar a ler

Standard
Fashion & Makeup, Rubricas

Como criar um (quase) armário cápsula?

t-shirt-store

 

Olá a todos!

Como muitos de vocês sabem (se me seguem no Instagram) tenho-me esforçado bastante para fazer escolhas mais conscientes no que toca à compra de roupa, calçado e acessórios! Não posso dizer que tenho um armário-cápsula (ainda não cheguei lá!) mas acho que neste momento sou capaz de vos dar algumas dicas bem úteis nesta matéria! 🙂

Vou deixar-vos 5 dicas que tenho colocado em prática para ter um armário mais sustentável e descomplicado:

Continuar a ler

Standard