1 ano de Diário da miúda dos Caracóis

Escrevo este artigo com o pijama mais confortável de sempre, deitada e a ouvir John Mayer. Escrevo este post de alma despida, coração aberto, cheio de amor e gratidão para dar. Escrevo este post exatamente como sou, exatamente da mesma forma que escrevi todos os posts no último ano: com vontade de partilhar convosco tudo aquilo que conheço, crio e faço que considero bom.

O Diário da miúda dos Caracóis é como que um bebé que tem crescido e amadurecido e que se tem tornado uma parte fundamental da minha vida. Este projeto surgiu exatamente da necessidade de compilar todos os meus gostos, as minhas descobertas, as minhas aventuras, num sítio onde fosse difícil apagá-las ou esquecê-las. O Diário da miúda dos Caracóis é, nada mais nada menos, que um local de partilha, discussão e risota. A miúda dos Caracóis está em todo o lado porque pode ser qualquer pessoa: pode ser aquela amiga que sabe sempre onde ir, como fazer, o que dizer; pode ser aquele amigo que viu uma série e te recomenda, pode ser aquele amigo que cozinha super bem e te deixa provar; pode ser o ombro amigo para afogar as mágoas mas que só diz disparates; pode ser um roteiro turístico, um ponto de referência de moda, o abre-olhos de que estavas a precisar face à realidade em que vives. A miúda dos Caracóis é uma fala-barato, uma coração de manteiga, uma cinebookhaólica, é ela mesma sem esperar nada em troca. Ela é o que ela quiser, o que ela sentir que deve ser desde que seja sempre fiel a isso. A miúda dos Caracóis é e será sempre assim: simples, despretensiosa e feliz.

A verdade é que já passou um ano desde que esta miúda dos caracóis deixou de estar somente com os seus amigos no café, em casa a escrever e apontar tudo num caderninho e passou a escrever para um blog. Parece que foi ontem mas um ano já passou.

Não tenho palavras para agradecer a todas as pessoas que se juntaram a mim e que neste momento já fazem parte do Diário. Tenho de aproveitar esta ocasião para agradecer a todas elas. À Flor de Açúcar: por a quantidade de amor e doçura que trouxe a este blog e à minha vida. Não é normal criar uma empatia tão grande com pessoas que mal conhecemos e tive a sorte de encontrar e de ver crescer um projeto tão bonito! À Ezycities por ter acreditado desde o primeiro encontro neste cantinho e por todas as experiências fantásticas que já me proporcionou! À FitBites pela sinceridade, carinho e lufada de ar fresco que trouxe ao mundo cibernético! Às várias equipas de Escape Games às quais me aliei e que tão bem me receberam: Porto Exit GamesNo Way Out Porto, mas principalmente (e desculpem-me a ousadia de enfatizar apenas uma) à equipa do Solve & Escape, por ter sido incansável, por todo o carinho e generosidade! Às equipas que me querem receber e às quais ainda não tive oportunidade de ir (Lisboa, vou a caminho, já faltou mais!). À Casca Rija pelos miminhos; à Glood pela paciência e disponibilidade constantes; à quantidade gigante de restaurantes que visitei e que sempre me receberam tão bem – obrigada do fundo do coração!

Por fim, talvez o mais importante, a peça-chave no meio de tudo isto: obrigada a vocês! A vocês que estão desse lado e nunca deixam de dar sugestões, fazer críticas, elogiar e partilhar com outros este projeto tão especial. A todos vocês que se importam verdadeiramente e que me ajudam a sonhar mais e a concretizar todos os dias mais um bocadinho. Cada comentário e mensagem que me enviam vale ouro! De cada vez que vêm ter comigo e dizem que lêm e gostam do que partilho enchem-me o coração. Não posso pedir mais que isto! Não posso pedir nada a não ser que continuem desse lado e me ajudem a crescer!

À minha família, aos meus amigos (principalmente os empreendedores que sempre me apoiaram e quase obrigaram a continuar!), ao meu amor maior que mesmo sem tempo para quase nada arranja sempre uns minutos para este meu lado: obrigada! Sei que não preciso agradecer, mas quero fazê-lo! Sem vocês nada disto seria o que é. Possível talvez fosse, mas não faria sentido algum!

Estes 12 meses foram meses de conquistas, derrotas, amor e dedicação. Este foi um ano que passou a correr mas que foi tão cheio como maravilhoso! E porque este blog é feito de desafios, durante o mês de dezembro, para marcarmos o primeiro ano de blog, vamos ter posts novos TODOS OS DIAS. É verdade: vai ser difícil, vai ser angustiante, desafiante, mas vai valer a pena. Muito, muito obrigada por estarem desse lado. Vamos lá a um mês cheio de surpresas e alegrias!

Dear December: Bring it on! ❤

Um beijinho e até amanhã,

a miúda dos caracóis

3 thoughts on “1 ano de Diário da miúda dos Caracóis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s